Últimas Notícias

Links Úteis

Câmara Municipal de Macuco Alerj Governo do Estado do Rio de Janeiro Portal do Brasil Nota Fiscal Eletrônica
Portal da Transparência






PREFEITO INSTITUI DIA DA FAMÍLIA NO MUNICIPIO DE MACUCO E SANCIONA LEI DE PROTEÇÃO ÀS CRIANÇAS E ADOLESCENTES

O prefeito Bruno Boaretto acompanhado da primeira dama Andreia Boaretto participou do I Encontro Regional do MMI realizado em Macuco e sancionou, o projeto de Lei 831/18, que institui o “Dia da família do Município de Macuco”. A data era aguardada com expectativa pela comunidade e será lembrada anualmente, no dia 21 de outubro. Objetivo é de proporcionar a valorização da família enquanto base da sociedade.

A lei de autoria do vereador Cássio Avelar Daflon visa, também, incentivar e reafirmar a importância da família na construção da sociedade brasileira, ressaltando o dever da sociedade civil e das instituições em zelar pela família e a promoção do seu fortalecimento.

Segundo o prefeito Bruno Boaretto, a "lei fortalece a família e faz uma blindagem para proteger esta importante célula e manter sua preservação e valores, garantindo o cuidado também com os jovens, no exercício de seus direitos e para a comunidade em geral. Esse é um projeto de caráter ecumênico, com finalidade social e religiosa, institui no calendário da administração municipal um dia de valorização da família macuquense e chama a atenção da sociedade, governos e responsáveis pelas políticas públicas para a família como instituição fundamental ao desenvolvimento humano" - enfatizou.

Bruno também sancionou o Projeto de Lei 832/18 de autoria dos vereadores Cássio Daflon e Diogo Latini, que “ Dispõe sobre a proteção integral de crianças e adolescentes pelo poder público municipal, vedada a exposição divulgação informação e acesso a pornografia”.

A lei tem objetivo de oferecer proteção às crianças e adolescentes, e respeito dos servidores públicos municipais, órgão integrantes da administração pública municipal e dos servidores públicos no tocante à dignidade humana de crianças e adolescentes, pessoas em estado de desenvolvimento e em condições de especial fragilidade psicológica, vedada a divulgação, informação, exposição e acesso a conteúdo de textos, imagens, vídeos e músicas pornográficas ou obscenas e congêneres de modo a protege-las de situações violadoras da sua dignidade humana.

"É um momento importante e de forte significado, em que vemos todos unidos por uma causa maior e urgente pela proteção de nossas crianças e adolescentes. Tenho a felicidade de fazer parte desta corrente e com o desejo de sempre avançar, reforçando nosso compromisso e esforços para a promoção das políticas em defesa das crianças e jovens", enfatizou o prefeito Bruno Boaretto.